sexta-feira, 21 de abril de 2017

Passado VS Futuro / Past against future II

Há cerca do que escrevi ontem ainda tenho muito para dizer, mas também tenho muito para dizer o que se passa neste momento.
Estamos no quarto mês deste ano de 2017 ,e também tem sido editados muitos bons álbuns,para dar o exemplo o primeiro álbum dos Bestia Arcana e dos Ucranianos Windswept, dois trabalhos que gostei e que mais apreciei neste ano.
Mas também com o aparecimento de plataformas como o spotify dou comigo a ouvir insistentemente o World Funeral dos Marduk,que é um álbum para minha modesta opinião, é o melhore deles,e dá mais jeito recordar outra musicas que foram preenchendo momentos passados desta vida,e os exemplos são tantos que não vale a pena fazer aqui um lista,porque era uma lista que o seu fim deverá estar próximo do infinito.
A quantidade que existe de músicas, que não conseguimos imaginar, e não estou só a falar do agora,podemos pensar no tempo do Bach,Handel ou do Mozart em que a musica não tinha a projeção que agora tem e que ainda deverá de ter mais.
Agora vou escrever algo que se passou,quando comecei a dar os primeiros passos neste caminho mais extremo da arte sonora,a primeira musica que ouvi foi R.D.P. Ainda me lembro tão bem,e o Gothic dos Paradise Lost,Iron Maiden, só depois é que ouvi os Metallica,Megadeth os Slayer ou os Pantera, e quando saio o Wolfheart dos Moonspell,a quantidade de vezes que ouvi,tenho tantos exemplo que não me vou alongar.
E assim estou eu aqui a olhar para o meu passado, mas o presente como o futuro não ficam a traz,para dar um exemplo de um álbum dos últimos tempos fez moça foi o The Satanism dos Behemoth.
Tudo isto dá que pensar??? Acho que sim,é a minha evolução... como apreciador do meio...



There are some of what I wrote yesterday I still have a lot to say, but I also have a lot to say what is happening at the moment.
We are in the fourth month of this year of 2017, and many good albums have also been edited, to give the example the first album of the Bestia Arcana and the Ukrainians Windswept, two works that I enjoyed and that more I appreciated this year.
But also with the appearance of platforms like the spotify I listen to me insistently listen to the World Funeral of the Marduk, which is an album to my modest opinion, is the best of them, and it gives better way to remember other songs that were filling past moments of this life, And the examples are so many that it is not worth making a list here, because it was a list that your end should be close to infinity.
The amount of songs we can not imagine, and I'm not just talking about the now, we can think about the time of Bach, Handel or Mozart in which the music did not have the projection that now has and that should still have more .
Now I'm going to write something that happened, when I started to take the first steps in this most extreme way of sound art, the first song I heard was R.D.P. I still remember so well, and the Gothic of Paradise Lost, Iron Maiden, only after I've heard Metallica, Megadeth the Slayers or the Panthers, and when I leave the Wolfheart of the Moonspell, the amount of times I've heard, I have so many examples I'm not going to stretch.
And so I am here to look at my past, but the present as the future do not fall behind, to give an example of an album of recent times made girl was The Satanism of the Behemoth.
All this gives you thought ??? I think so, it's my evolution ... as a lover of the environment ...