terça-feira, 25 de abril de 2017

Caminhado / walking

Andando pelas ruas da minha cidade,a ouvir a musica que me abençoa a alma,observando a miséria alheia,aqui vou eu a caminho da loucura abençoada e cheia de graça da divindade que o homem criou com ajuda de uma natureza que não é má e que nos pois há prova,qual rato de laboratório,na busca da arca de sons para a transformação de todo um modo de vida triste.
Milhões e milhões de anos passaram e aqui estou eu a caminho de buraco de ilustrações mortas.
E agora com toda uma industria que tenta chegar há perfeição mas que é combatida pela natureza que por vezes se enfurece e faz com que o homem se desova nas águas laçadas de um céu carregado de ira.
Na minha busca de um saber que faz com que o meu caminho se torne numa estrada cheia de pedregulhos afiados com a finalidade de uma dor atroz que me faça desistir da busca de algo que eu quero mas ela,a natureza não.
Agora ponho me aqui a pensar deitado com a doçura de uma musica a ser transmitida por aparelhos abençoados,entro em êxtase e tento estar relaxado e descansar para a viagem não ficar por aqui...
ao que chegou este mundo... poder sem sair de lado nenhum e poder descobrir e apreciar algo que anos a traz pensava ser impossível.
Como neste momento... estou a recordar uma obra prima do metal mais extremo que me surpreende me nos últimos anos e que gosto de recordar com doçura, Voices com o seu segundo álbum London de 2014...já passaram quase 3 anos mas é tão bom ouvir..
o prazer que dá ouvir este trabalho.... fica ai a dica … e fica ai mais uma coisa,ainda não acabou.




Walking the streets of my city, listening to the music that blesses my soul, watching the misery of others, here I am on the way to the blessed and graceful madness of the divinity that man created with the help of a nature that is not bad and That there is evidence, like a laboratory mouse, in the search of the ark of sounds for the transformation of a whole sad way of life.
Millions and millions of years have passed and here I am on my way to a dead-story hole.
And now with a whole industry that tries to reach perfection but is fought by the nature that sometimes rages and makes the man spawn in the loosened waters of a sky loaded with anger.
In my search for a knowledge that makes my path become a road full of sharp boulders for the purpose of an excruciating pain that makes me give up the search for something I want but she, nature does not.
Now I put myself here thinking with the sweetness of a song to be transmitted by blessed devices, I enter in ecstasy and I try to be relaxed and rest for the trip not to stay here ...
To what this world has arrived ... power without going anywhere and being able to discover and appreciate something that years before brought him to be impossible.
As at this moment ... I am recalling a masterpiece of the most extreme metal that surprises me in recent years and that I like to remember with sweetness, Voices with its second album London of 2014 ... it has been almost 3 years but it is So good to hear ..
The pleasure to hear this work .... is the tip ... and there is one more thing, it is not over yet.