quinta-feira, 27 de abril de 2017

Dodecahedron...tanta arte que vem de lá... / So much art that comes from there ...

Para o que é isto... estar a recolher flores em vasos alheios e poder dizer com um sinceridade absoluta e cheia de engano os louros todos de uma recolha as escondidas dos verdadeiros donos que tiveram o trabalho ardo de cultivar.
Tudo isto levamos a um assunto do mais grave,como dizer, foi cometido nos países baixos aquilo que poderemos afirmar uma das grandes obras do extremo a serem concebidas neste século 21.
Há séculos a traz lá naquelas terras mais fortes que o mar aonde é conhecida a grande industria das flores e da cerveja,passando pelas extraordinárias obras de Rembrandt a Van Gogh, da filosofia de Erasmo há de Descartes até chegarmos ao século 20 com uns Gorefest ou a uns Sinister na musica mais extrema,e neste anos de 2017 aparece o segundo trabalho de uma banda muito interessante e que nos faz chegar um muito bom trabalho que mistura Black,Death,Doom com um Avant-garde.
Uma mistela de sons dá um excelente segundo álbum de originais dos Dodecahedron.
Kwintessens,41 minutos que nos leva a parar e apreciar,com uma melancolia muito recomendável.
Pesadelo de recordações fabricadas na Holanda que nos faz esperar por mais ,mesmo agora chegou e já estou ansioso que o próximo não demore muito a ser produzido,mas já agora como dica ,também a ansiedade pelo trabalho dos seus conterrâneos Carach Angren que lá para o verão vão lançar mais um trabalho que poderá nos levar a uma guerra civil entre duas potencias.



For what is this ... to be collecting flowers in others' vases and to be able to say with an absolute sincerity and full of deceit all the laurels of a collection hidden from the true owners who had the work burned to cultivate.
All this leads to a matter of the most serious, that is to say, it was committed in the Low Countries that we can affirm one of the great works of the extreme to be conceived in this 21st century.
For centuries it has brought it there in those lands stronger than the sea, where the great industry of flowers and beer is known, passing through the extraordinary works of Rembrandt to Van Gogh, of the philosophy of Erasmus there of Descartes until we reach the 20th century with some Gorefest or A Sinister in the most extreme music, and in this years of 2017 appears the second work of a very interesting band and that brings us a very good work that mixes Black, Death, Doom with an Avant-garde.
A mistela of sounds gives an excellent second album of Dodecahedron originals.
Kwintessens, 41 minutes leading us to stop and enjoy, with a very recommendable melancholy.
Nightmare made of souvenirs made in the Netherlands that makes us wait for more, even now has arrived and I'm already anxious that the next one does not take too long to be produced, but now as a tip, also the anxiety for the work of his countrymen Carach Angren that there for the Summer will launch another work that could lead us to a civil war between two powers.